Cálculo Rescisão

R$
R$
Resultado
Salário Bruto
INSS
IRPF
Saldo Salário
Dívidas Trabalhistas
Compensação Aviso Prévio
13º Salário Proporcional
13º Salário Aviso Prévio
Férias Vencidas
Saldo FGTS
Multa FGTS
Total Rescisão

Guia para Cálculo de Rescisão

Cálculo de Rescisão Esta calculadora foi desenvolvida para auxiliálo no cálculo do valor de uma rescisão de contrato de trabalho, com base na Consolidação das Leis do Trabalho CLT no Brasil.

  • Abaixo seguem algumas informações úteis sobre o cálculo:Salário Bruto: Informe o salário bruto mensal do funcionário. Data de Início e Rescisão: Informe a data de início do contrato e a data de rescisão do contrato de trabalho.
  • Número de Dependentes: Informe se o aviso prévio já foi cumprido, ou se será indenizado e se este é indenizado de forma proporcional.
  • Aviso Prévio: Selecione o tipo de rescisçao por justr motivo, sem justa causa, pedido de demissão .
  • Férias Vencidas: Informe se o funcionário possui férias vencidas a pagar na rescisão.
  • Antigo Saldo FGTS:Informe o saldo anterior do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço do funcionário.
  • Férias Vencidas: Informe se o funcionário possui férias vencidas a pagar na rescisão.

Com estas informações a calculadora calculará os valores devidos, tais como saldo salário, 13° salário proporcional, férias vencidas, multa de 40% sobre FGTS dentre outros. Fique a vontade para testar este cálculo.

Perguntas Frequentes

O saldo de salário é calculado pelos dias trabalhados no mês da rescisão. É feito o cálculo de forma proporcional ao salário bruto referente aos dias trabalhados, com os descontos devidos de INSS e Imposto de Renda.

A multa do FGTS é o valor que o empregador deve pagar em caso de demissão sem justa causa. Ela equivale a 40% do saldo total depositado no FGTS do funcionário no período trabalhado. Caso o pedido de demissão seja por comum acordo, a multa é de 20%.

O 13º salário proporcional é a verba devida ao empregado pelo mês que houve trabalho, e deve ser calculado proporcionalmente aos meses trabalhados, descontando o INSS e o Imposto de Renda.

Férias vencidas na rescisão funcionam como períodos aquisitivos completos e não gozados que devem ser pagos na rescisão. O cálculo é feito com base no salário bruto, adicionado ao terço constitucional, proporcionalmente aos meses trabalhados dentro do período aquisitivo.

A compensação do aviso prévio proporcional consiste em pagar ao colaborador, na rescisão do contrato de trabalho, o aviso prévio proporcional ao seu tempo na empresa, em função da nova regra que limita a indenização aos da metade do aviso prévio.